Suicídio: Uma Batalha de Vida e Morte

Boa tarde queridos,

Hoje eu gostaria de conversar com vocês a respeito de temas que trazem um certo desconforto emocional para algumas pessoas. Suicído, vida e morte.

download

***** Este post trata o suicídio como um ato compreensível – não justificável – que exige respeito e cujos sintomas podem ser reconhecidos e tratados com acompanhamento psicológico ou psciquiátrico e se necessário, com a intervenção de outros profissionais. NÃO ACONSELHADO A MENORES DE 14 ANOS*****

Só para informar, eu não estou nenhum pouco mórbida hoje. Está um dia lindo e ensolarado e estamos indo muito bem obrigada.

Mas eu sei, muito bem, que nem todos os nosso dias são felizes e que vez por outra uma estrela se apaga em nossas vidas. E nem sempre sabemos lidar bem com a perda, ainda mais quando a pessoa querida se vai por sua própria vontade.

Dedicamos este post a informação dos leitores.

E o que é o suicídio?

Obviamente, é o ato em que a pessoa tira sua própria vida deliberadamente. Para algumas religiões, como a católica, o suicídio é um pecado e quem o comete deverá passar a eternidade agonizando no Inferno. Em algumas jurisdições, o suicídio também é considerado como ato criminoso – infelizmente a sua punição advém do próprio ato de cometê-lo.

Para outras religiões, o suicídio está mais para um ato de fraqueza perante os desafios impostos pela vida ou mesmo, em culturas orientais, este ato é visto como uma forma honrosa de escapar de situações desonrosas e dolorosas ao extremo.

Mas é importante observar– O que dirige a ação auto-inflingida é uma dor psíquica insuportável e não uma atitude de covardia ou coragem. 

suicidio-1

Continue reading

Advertisements