Sexta-feira é dia de…The Testament of Sherlock Holmes

Bom dia meus amores,

Eu estou de ótimo humor hoje… acordei cedo e vim postar para vocês – ó que linda. Para comemorar a sexta eu trouxe um jogo diretamente do meu Steam para compartilhar com vocês.

Olha ai pessoal, a sexta chegando…

content_Cabeca

Olha ai, já chegou!!!

Oh shit!

Oh shit!

The Testament of Sherlock Holmes

Então galera, além de ser louca pela Sereia Ariel ♥, eu também sou malucona por Sherlock Holme(les)s. Aí, sabendo disso, o meu marido super fofo e romântico me comprou – na promoção do Steam desta semana o The Testament of Sherlock Holmes. #nãoélindo?

Nem no paint eu sei desenhar coração

Nem no paint eu sei desenhar coração

The Testament of Sherlock Holmes é um jogo de aventura da série Adventures of Sherlock Holmes series desenvolvido pela Frogwares e publicado Focus Home Interactive. Os desenvolvedores do jogo o descreveram como “o maior jogo e também o mais bonito [da série]” – tá vendo, é melhor do que ganhar um diamante. Só que não!  O jogo, foi lançado em Setembro de 2012. 

O jogo é baseado no detetive fictício Sherlock Holmes, o protagonista de 56 contos e quatro romances de Sir Arthur Conan Doyle (li todos e meu favorito é o Signo dos Quatro, que se dane, quem quer saber?).

Como os outros jogos da série, o jogo em si apresenta uma história original e enredo que não se baseia em qualquer das obras de Arthur Conan Doyle. The Testament of Sherlock Holmes é baseado na Londres de 1898 e Holmes é apresentado como o principal suspeito de um caso em que ele é incapaz de provar sua inocência.

Sherlock Holmes em primeiro plano e watson em segundo plano

Sherlock Holmes em primeiro plano e Watson em segundo plano

Tá que ninguém desenha o Sherlock Holmes como eu imagino, mas eu também não sou capaz de desenhar, então. Então? Vamos voltar a falar do jogo. Ah é!

Opinião de quem entende:

O Gamespot deu uma nota média de 8.0 para o jogo, u-a-u!

De acordo com o site: Uma história triste, quebra-cabeças desafiadores, e um visual bem consoante fazem The Testament of Sherlock Holmes uma das maiores aventuras do lendário detetive.

Lado bom: Com uma dark Storyline  que leva Holmes e Watson para um novo plano terrível, a resentação é convincente com caracterizações realistas e bons roteiro e dublagem. O visual também é muito bacana.

Lado mau: Sobrecarregado de enigmas (oh wait? não era assim que deveria ser?)

Sherlock em grande ação

Sherlock em grande ação

Enredo

Em Londres, 1898, Holmes acabou de resolver, com sucesso, um novo caso recuperando um conjunto inestimável de jóias que haviam sido roubadas. Infelizmente, o proprietário das jóias revela que o colar que Holmes trouxe de volta, é uma péssima imitação e, a partir dai, tudo parece incriminar o detetive.

Holmes diz a Watson, que ele precisa se encontrar imediatamente com o Bispo de Knightsbridge. Ao chegar, ele descobre que o bispo foi amarrado, queimado e mutilado. Um novo personagem chamado inspetor Baynes também aparece.

Cena do Jogo

Cena do Jogo

Experiência de Jogo

Como Sherlock Holmes, o jogador enfrenta uma investigação aberta, e decide quais passos o levarão a seguir e quais ele deve ignorar. Os jogadores podem controlar e inspecionar pistas, reencenar crimes e usar o sistema de dedução do jogo para tomar suas próprias decisões sobre a inocência ou culpa de suspeitos. Diferentes abordagens e  questionamentos podem mudar o curso de um interrogatório, permitindo que o jogador capture suspeitos de surpresa, ou reuna informações valiosas.
E quando acontecem eventos que podem prejudicar a credibilidade e a capacidade de julgamento de Holmes, você assume o papel de Watson como forma de descobrir se o famoso detetive é capaz de tais ações brutais ou se algo mais profundo está em jogo.
O jogo utiliza um novo engine gráfico, especialmente desenvolvido para exibir cenas complexas do ambiente Londres, do século 19 do jogo, usando uma boa resolução e texturas. O sangue dos personagens é mostrado com realidade, ao contrário do jogo anterior, onde o cadáver é visto através de desenhos e retratos para mostrar respeito às vítimas reais.
Cena do Jogo

Cena do Jogo

Em relação aos jogos anteriores, houve algumas adições feitas na jogabilidade, principalmente, a opção opcional “ponto de interesse” que usa indicadores para ajudar Holmes a descobrir pistas, bem como um “sexto sentido” funcional que pode ajudar Sherlock quando ele está desorientado.
Há cerca de 20 locais em todo o jogo, cada um com puzzles únicos, que variam entre Baker Street, favelas de Londres, a um antro de ópio em tons de carmesim. E cerca de 12-15 horas de jogo, ufa, tomara que não seja difícil jogar por tanto tempo.
A jogabilidade geralmente progride conforme você reune indícios e provas, em todas as formas que você é capaz de descobrir. É possível extrair pistas a partir de material escrito e pistas ambientais, como objetos que você se reúnem em seu inventário.
Após você recolher todas as pistas, você acabará por reunir as provas para chegar a uma dedução.
The-Testament-of-Sherlock-Holmes-Official-Accolades-Trailer_5
Bora jogar galera?

Em Tempo:

Pessoal, eu já comecei a jogar. O jogo é lindo demais, o gráfico é muito bacana e a proposta das pistas é sensacional. A sensação que a gente tem é a de viramos mesmo Shrerlock Holmes. As pistas não são óbivias e você pode escolher a decisão a tomar, até na ordem dos diálogos. Os personagens e os cenários são muito bem caracterizados e bem situados no tempo.

E tem mais, eu, que odeio ficar controlando os personagens, não sou obrigada à ficar usando “A,S,W,D” sempre – só quando eu quiser. Na maior parte do tempo, eu posso usar o mouse mesmo e só clicar na direção que eu quero ir. Para minha coordenação motora limitada, isto é ótimo.

O “sexto sentido” é uma super mão na roda para aqueles momentos em que você não sabe mais aonde procurar pistas. Porque às vezes, o seu senso de detetive falha.

Quer saber mais?

Review do Gamespot: http://www.gamespot.com/the-testament-of-sherlock-holmes/reviews/the-testament-of-sherlock-holmes-review-6397329/

Informações da Wiki: http://en.wikipedia.org/wiki/The_Testament_of_Sherlock_Holmes

Olha o Trailer ai: https://www.youtube.com/watch?v=lSFomz6w81c

The best video-reviewhttps://www.youtube.com/watch?v=Kd84uDuUJBc

É isso ai my people, todo poder ao Steam e bora fazer corujão!

Beijos,

Cellinda

Advertisements

9 thoughts on “Sexta-feira é dia de…The Testament of Sherlock Holmes

  1. Mais um pra lista de jogos que um dia quem sabe eu vou jogar (pela nota e pelo seu review para muito bom). E outra vantagem: é bem curto. O Flávio tem razão! 15 horas é nada na /vydia/. hahah!

      • Video-game é um entretenimento de níveis. O mais raso é desses joguinhos curtos chamados casuais, de 10 a 20 horas, mas mesmo entre os casuais tem uns jogos sociais que a pessoa acaba investindo fácil 300 horas ou mais (como esses joguinhos de celular ou facebook que recebemos convites). 🙂

      • Hum…Leôncio também é cultura. Aprendi muito agora.
        Eu não gosto de jogos sociais é muito envolvimento, prefiro estes que você chamou de casuais (aprendi agora), de preferência os que acabam em no máximo uma hora. Eu não sou dotada de paciência, mas eu tento =)

Comments are closed.