Famoso anônimo: Mc Catra

Bom dia queridos,

Estou pensando em postar alguma coisa bacana sobre brasileiros “ilustres”, ou não e quero ver o que vocês acham. Este é o primeiro teste.

Para começar já estourando  esculaxando a bagaça hoje vamos falar do famoso Wagner Domingues da Costa (famoso quem?).

Quem é Mc Catra?

Mc Catra

Mc Catra: já fiz chuva de 14 mil reais e já queimei 50 mil reais em fogos

Este cara ai em cima, nasceu Wagner e vai morrer Catra, sabe por que? Porque ele é o funkeiro brasileiro mais famoso da atualidade: Mc Catra.

Correção na área Conjugal

Graças a minha mãe Liza, a Rainha deste Blog, os dados foram verificados e atualizados.

Com, no momento 3 esposas (com Sílva, a oficial, ele é casado há 17 anos), e a marca (olímpica) de 22  filhos  – o último nasceu em março  e Sílvia está esperando o vigésimo-terceiro (dos quais ele só lembra o nome de 11) Mc Catra é conhecido por bordões como:

“Ó simpático, para de formar caô”, “O bagulho tá sério, vai rolar um adultério”, “Se você quiser caô, eu tô querendo problema. Faz por merecer que eu faço valer a pena” e por ai vai.

Alguns dos Filhos de Mc Catra

Alguns dos Filhos de Mc Catra

Nas suas músicas, ele fala de Deus, política e bandidagem tão naturalmente como fala de sexo. Suas letras não são feitas para os “playboys” de hoje em dia, mas uma vez ou outra, sua música colide com um “Thor Batista” da vida.

Biografia Musical

Em meados da década de 80, Mc Catra iniciou a sua “vida musical” como guitarrista, montou uma banda de rock denominada O Beco, que chegou a fazer um relativo sucesso em festas particulares, escolas e faculdades.

Na década de 1990, em parceria com o ex-VJ da MTV, o paulista Primo Preto, criou a empresa Rapsoulfunk, como gravadora, grife de moda e organizadora de bailes funk e shows de hip hop no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Em 1994, lançou seu primeiro disco “O Bonde dos Justos”, emplacando o hit “Vida na cadeia“. As canções de temas fortes chamaram a atenção da Warner Music que lançou, em 1999, o CD “O fiel“.

Em 2001, juntamente com MV Bill, lançou o Partido Popular Poder para a Maioria (PPPomar), o qual abandonou no ano de 2002 por divergências com Celso Athayde, proprietário da Produtora Hutus e empresário de MV Bill e dos Racionais MC’s. Ainda em 2002 foi indiciado por apologia ao crime, devido às letras de suas músicas, principalmente a da composição “Cachorro“, um de seus maiores sucessos, que versa sobre policiais corruptos.

Mc Catra e vixe, esqueci o nome, quem me ajuda?

Mc Catra e vixe, esqueci o nome, quem me ajuda?

Em 2012, gravou junto com Neymar e Alexandre Pires o clipe da música “Kong” – no melhor estilo planeta dos macacos.

Em meados da década de 2000, começou a obter notoriedade nacional com seus funks paródicos. Como “Adultério”, paródia do hit dos anos 80 “Tédio”, da banda Biquini Cavadão. A música entrou em diversas coletâneas de funk e tocou em rádios do Rio de Janeiro. Catra então passou a adotar um discurso mais apelativo para o lado sexual em suas letras de forma humorosa e explícita.

Em, 2009 Catra fez uma participação na música “Mansão Thug Stronda” do Bonde da Stronda, em 2010 na música “A gente faz a festa”, do grupo Exaltasamba e em 2012 na canção “Mama”, de Valesca Popozuda.

Do rock ao funk em 33 anos, e você achando que com 20 anos já tem as suas escolhas musicais todas feitas. #Fikadica

Para MC Catra o funk é uma bênção de Deus: “Você só vai se Deus quiser”, porque o funk não foi feito para ricos, para playboy ou para gente desonesta e sim para gente humilde, da favela.

Vida Pessoal

Filho de Manoel e Elza Costa, nascido na rua Dr. Catrambi no Morro do Borel (Tijuca – Rio de Janeiro), de onde ele tirou sua inspiração para o nome artísitco, Mc Catra está no auge dos seus45 anos. Mc Catra era o “playboy do Catrambi”.

Sua mãe trabalhava como doméstica na casa de  Edgar Marcos Molina, primo de João Luiz Duboc Pinaud, Secretário Estadual de Direitos Humanos do Rio de Janeiro e a a família deste homeme acabou adotando-o como filho de criação. Catra estudou nas melhores escolas privadas do Rio e iniciou o curso de Direito. Ele considera que seu pai biológico era mais seu amigo e o seu pai de criação o seu verdadeiro pai.

Catra nunca morou na favela, como ele mesmo diz, “sou favelado por opção” ele gosta de estar com o pessoal da favela e curtir com eles, tocar para eles. Ele chega até a afirmar que possui casas na favela e que ao invés de viajar para fora do país ou para outro lugar, em suas férias, ele vai para a favela “relaxar”.

Amores e Religião

Em relação às mulheres, Mc Catra afirma: “sou um homem de muitos amores”. Ele já chegou a ter até  quatro mulheres ao mesmo tempo. E, apesar de todas saberem umas das outras e cada uma viver em sua própria casa, Catra, sempre volta para o primeiro amor de sua vida –Sílvia, a mulher com quem é casado há 17 anos e com quem tem a maior parte de seus filhos (14).

Ele acredita que o papel da mulher, na família é sagrado. E que [as suas mulheres] devem se respeitar e se tratar como irmãs.

Mc Catra e Sílvia

Mc Catra e Sílvia, sua primeira mulher

Quanto à religião Catra se diz muito espiritualizado e afirma “não dá para falar de Deus e religião na mesma frase”. Em uma de suas viagem à Israel – para ver o “Muro das Lamentações”, ele teve contato com a religião judáica, aceitando as doutrinas desta religião como algo que se aproxima à sua concepção de espiritualidade.

Atualmente, ele frequenta, exporadicamente, as sinagogas – mas o jeito que achou para viver foi acreditar na doutrina de Salomão – um sábio rei praticante do judaismo que tem muito em comum com Catra, inclusive a paixão por muitas mulheres.

Repare no medalhão

Repare no medalhão com a Estrela de Davi

Mc Catra não faz sexo, ele faz amor. Segundo ele, depois de Deus, o gozo é a palavra mais sagrada do mundo”. Para ele, a mulher pode ter 300 amantes, mas só ama um homem e o homem, pelo contrário, consegue amar mais de uma mulher. Ser monogâmico, neste caso, seria uma aberração.

Agora, ele não suporta ser traído (apesar de te várias mulheres) -ele até faz sexo com a “traidora”, mas não é mais a mesma coisa “pura” do amor verdadeiro. #Nonsense?

Direitos Iguais

Para Mc Catra, homens e mulheres não podem ter direitos iguais. Por que Catra?

Homens fazem xixi em pé e mulheres sentadas. [No mundo atual] O homem deixou de ter a responsabilidade de macho e a mulher de fêmea. No mundo animal, por exemplo os machos são responsáveis por proteger e cuidar das fêmeas de todas as formas possíveis (na maior quantidade possível). E as fêmeas são responsáveis por seguir o macho e controlar a família – enquanto elas cuidam de tudo [os machos as protegem], são as fêmeas por exemplo, que escolhem os pastos e fazem as caças.

E ele não se considera machista: “Se não fossem as mulheres, quem seriam os gays? Se não fossem elas, quem seria Salomão?” Em referência à vontade de alguns gays de se assemelharem às mulheres e ao harém de Salomão que contava com “mil mulheres”.

Curiosidade

Mc Catra, além de poligâmico e poliglóta: ademais do português, ele entende (não fala) também inglês, hebráico, francês e alemão. Ele inclusive canta em alemão.

Em suas turnês anuais já pode mostrar seus trabalhos por países como: Suécia, Suíça, Inglaterra, Dinamarca, Alemanha, Polônia, Israel, Noruega, Holanda, Rússia, Espanha, Franca, Bélgica, etc. Inclusive dividindo palco com artistas de grande renome.

Se quiser saber mais:

http://www.youtube.com/watch?v=-04F80WK29I – Entrevista com Danilo Gentilli

http://www.youtube.com/watch?v=z-Ye3jSpTTk – De frente com Gabi

http://www.youtube.com/watch?v=zG3oERMnIXo – 90 dias com Catra

http://visaoregional.com.br/2012/08/16/mr-catra-e-a-poligamia-minhas-esposas-e-que-deveriam-arrumar-mulher-para-mim/ – Mc Catra e a Poligamia

Beijos,

Cellinda!

Advertisements

2 thoughts on “Famoso anônimo: Mc Catra

  1. hahah! Catra é polêmico nessas declarações sobre poligamia, porque ele dá conta financeiramente, sexualmente e afetivamente, mas ele mesmo já disse que não é pra qualquer um mesmo.

    O cara simplesmente conseguiu que muita gente respeitasse ele pela carreira e pela música.

    Mais ou menos relacionado, mas esse vídeo dois blogueiros (Ana de Cesaro e Jacaré Banguela) recitam uma música de Valeska Popozuda e Mc Catra como se fosse um poema: http://www.youtube.com/watch?v=YYrSlVtzVR4

    • Pois é né Leoncito. Eu não sou chegada no funk, mas, fico boba com este cara. Ele “não perde a linha” na hora de falar também.

Comments are closed.