Sexta-feira é dia de… BioShock Infinite!

Boa tarde Queridos,

Hoje é sextaaaaaa!!! Final de semana de Sol chegando aê!

images (12)

Eu sei vocês estavam sentindo saudades das reviews de jogos… Mas eu sou má e não estava com vontade de publicar   estava procurando um jogo que fosse muito bacana. Bom, eu achei!

BioShock Infinitive

BioShock Infinite foi lançado no mês passado (mais precisamente 26 de março) e já contaminou todos os espaços publicitários de Nova York. Incusive, na 45th Street tem um painel gigante.

Ufa... Até que enfim o Flávio me deu a foto, tive que subornar...

Ufa… Até que enfim o Flávio me deu a foto, tive que subornar…

BioShock Infinite é um vídeo game de tiro em primeira pessoa, desenvolvido pela Irrational Games e publicado pela 2K Games. Anteriormente conhecido como “Project Icarus”, foi lançado mundialmente no Microsoft Windows, PlayStation 3, e Xbox 360. O jogo também está disponível no Steam por módicos USD 59,99. A fim?

BioShock Infinite é o terceiro da série BioShock e, embora não seja parte do enredo dos jogos BioShock anteriores, ele tem conceitos e temas parecidos. E recursos de jogabilidade semelhantes.

images (3)

Enredo do Jogo

Situado em 1912, o protagonista do jogo é o ex-agente Booker DeWitt Pinkerton, enviado à cidade flutuante de Columbia para encontrar uma jovem mulher, Elizabeth, que foi mantida em cativeiro a maior parte de sua vida. Enquanto você o agente luta para encontrar Elizabeth, ele se depara com duas faccções da cidade: The Founders (os elitistas) que se esforçam para “purificar” a cidade e o grupo Vox Populi cheio de rebeldes. Booker encontra Elizabeth e descobre que ela possui estranhos poderes e manipula as fendas no contínuo espaço-tempo que devastam Columbia #dorgas mano.

Booker e Elizabeth em cena.

Imagens do Jogo

Jogando à sua maneira

Você, fofo (a), controla o agente Booker durante todo o jogo, mas acaba controlando também Elizabeth. Como nos jogos BioShock anteriores, o jogador usa uma combinação de armas, engrenagens e os poderes psicocinéticos. As forças de Elizabeth também podem te dar uma mãozinha contra os inimigos. Em contraste com os espaços limitados da cidade submarina de Rapture, a cidade ao ar livre de Columbia prevê mais desafios de combate, incluindo o combate que acontece a bordo do sistema ferroviário da cidade russa Skyline-like (no spoilers are allowed).

O jogo também possui uma opção “1999 Mode”  que vai fazer você surtar – literalmente. Quando você desativa esta “função” há um aumento suprpreendente nos desafios do jogo. Nesta parte o jogo relembra jogos como System Shock 2, em que as decisões tomadas pelo jogador tem um impacto mais permanente sobre o jogo. De acordo com o diretor criativo do jogo: “[jogadores medianos] não vão gostar desta parte. Não tem problema – esta parte não foi feita para eles mesmo.” 

Cena do Jogo

Cena do Jogo

Mais informações

Oh, é o seguinte: eu fiz o dever de casa, mas não dá para ficar contando tudo também. De tudo que eu li, o que eu achei mais massa foi a review do Kotaku An Effin’ AI In BioShock Infinite Is More Of A Human Than I Am, porque explica porque Elizabeth é mais gente que você – prepare-se para muitos spoilers se quiser ler.

Se você quiser saber mais sobre o enredo do jogo – inclusive detalhes históricos: Wikipédia: BioShock Infinite

Se o seu negócio é curtir imagens e vídeos do jogo e, de repente já comprar: Steam

Agora, se você já tem o jogo e está com preguicinha de desvendar os segredos, vá em frente: Que coisa feia! Clica aqui né!

Cena do Jogo

Cena do Jogo

Final de semana alegre para todos e não se esqueçam de tomar Ades de Maçã.

Beijos,

Cellinda

Advertisements