Vai casar? E o vestido de noiva?

Boa tarde queridos,

Este post é direcionado para quem já chegou ao “Game Over” ou como diriam alguns parentes: Vai enforcar, vai?

Além de casa, quem casa, quer vestido. Afinal, não importa se o casamento vai ser no campo, na praia ou numa cazinha de sapê, toda noiva e/ou noivo sonha com o vestido do casamento.

A festividade do casamento para mim é como um jogo de futebol em que a noiva é, apesar das aparências, o Ronaldinho Gaúcho, e tem que fazer o melhor possível para brilhar em campo. Afinal, além de saborear os docinhos, o pessoal sempre quer fazer uns comentários maliciosos sobre o vestido da noiva.

Vestido de noiva Chines

Vestido de noiva Chines

Revestido de simbologias sobre a virgindade, beleza e pureza irrefutável, o vestido de noiva, tem ganhado diversas roupagens ao longo dos séculos e religiões.

Para que o Vestido de Noiva?

Você sabia, que quando inventaram esta coisa chamada casamento, os pares se juntavam por questões familiares e por dinheiro, mas nunca por amor?

Nos tempos mais remotos os pais costumavam celebrar o casamento entre seus filhos, pelos mais diversos motivos: questões financeiras (troca de riquezas), políticas (estabelecimentos de alianças) e os noivados, em sua maioria, eram celebrados, entre os próprios pais, quando os noivos ainda eram crianças.

Isso aconteceu até a Rainha Vitória, da Inglaterra, se casar com seu primo, o Príncipe Albert deSaxe. Ela, além de o pedir em casamento, se casou por amor com vestido branco, de véu e sem a coroa – um absurdo para a época.

O vestido de noiva, nesta época era equiparável a uma arca de ouro, porque a noiva deveria se vestir  bela e suntuosa de forma a mostrar que sua família era bastante abastada.

O vestido de noiva da Rainha Vitória

O vestido de noiva da Rainha Vitória

E as cores dos vestidos?

De acordo com a pesquisa feita pela Terra (http://noticias.terra.com.br/educacao/vocesabia/noticias/0,,OI2966992-EI8399,00-Quem+inventou+o+vestido+de+noiva.html) com a Professora Míriam Costa Manso da Universidade Federal de Goiáis os vestidos podiam ter todos os tipos de cores:

” “Os vestidos podiam ser de qualquer cor, inclusive muito se usou vermelho em épocas mais remotas, como na Idade Média (entre 476 d.C. e 1453 d.C.) e em culturas diferentes, como no Japão, Índia e China”, conta Míriam Costa Manso, professora do curso de Design de Moda da UFG (Universidade Federal de Goiás). A discrição nem sempre foi sinônimo de bom gosto na moda, tanto que a noiva romana, por exemplo, podia usar um véu vermelho escuro, quase em tom de vinho, sobre uma túnica amarela cor de açafrão. Na Grécia antiga, as mulheres usavam cores escuras, inclusive estampados.

Vestido de noiva vermelho

Vestido de noiva vermelho

Já o preto predominou na alta Renascença (século XVI), entrando no período barroco (século XVII), diz Míriam, que ensina história da moda. Foi a época em que a Espanha ganhou primazia nos costumes europeus, e a cor mais propícia para se apresentar em uma sociedade extremamente religiosa, inclusive para as noivas, era o preto. E não era qualquer pretinho básico não, as vestimentas eram pesadas e luxuosas.

Vestido de Noiva Preto

Vestido de Noiva Preto

Sobre a origem do vestido branco, não há consenso. Registros indicam que a rainha Mary Stuart, da Escócia, foi pioneira e aderiu ao branco no século XVI. Uma das explicações para a escolha foi que Mary Stuart fez uma homenagem à família Guise, de sua mãe, que tinha a cor branca no brasão.”

Os prêmios de melhores vestidos vão para?

Todo mundo tem um sonho para o seu vestido de noiva, e muito raramente, alguma noiva sortuda e muito rica ou muito nobre, consegue ter o “vestido dos sonhos” de várias noivas em suas mãos. Aqui vai uma lista dos vestidos capazes de parar os corações das moças casadoiras.

1- O vestido de Grace Kelly para o casamento com o príncipe Rainier de Mónaco – 1956

Grace Kelly

Grace Kelly

2- O vestido de Lady Diana com o príncipe Charles em 1981

Lady Di

Lady Di

3- O vestido de Kate Middleton para casar com o príncipe William – 2011

Kate Middleton

Kate Middleton

4 – O vestido de Katie Holmes para casar com Tom Cruise – 2000

Kate Holmes

Kate Holmes

Nem sempre vestidos maravilhosos garantem um casamento perfeito… mas a gente tenta!

Marcos importantes

1910 começa-se a usar o branco, não como sinónimo de pureza, mas como expressão de riqueza
Uma década mais tarde, as noivas libertaram-se e começam a mostrar as pernas com vestidos de linha recta. É o auge do veludo branco.
Em 1930 revive-se o estilo victoriano com mangas em balão e linhas lânguidas.
Foi nos dourados anos 50 que a moda tinha o selo Christian Dior. O glamor, a fantasia, e o luxo desenfreado inspiraram o traje das noivas.
Na década dos anos 60 viveu-se uma autentica revolução sexual. As mini-saias estiveram na moda nupcial. Flores naturais nos longos cabelos e véus mais curtos.
Em 1970 os casamentos recuperaram a sua importância e em 1980 o traje que simbolizava a riqueza da época era o de Lady Di.
Hoje em dia, os vestidos de casamentos deixam-se influenciar por diferentes correntes, ditadas por desenhadores que buscam a sua inspiração nas passerelles de alta costura de Nova York e Paris.

Vestido de noiva indiano

Vestido de noiva indiano

Para quem ficou curioso…

Para quem gosta de histórias sobre vestidos – Vestido de noiva com mais de 100 anos já casou 22 noivas

Para quem quer saber qual o melhor vestido  – O melhor vestido de noiva para seu tipo de corpo

Para mais informações – CasamentoClick

Sobre mim!
 
No final do ano passado, em Setembro, eu também tive o meu dia de princesa. Para quem já viu, o meu vestido foi alugado no Junior Valladares em Betim-MG (http://juniorvalladares.com/site/)

Meu vestido de noiva

Meu vestido de noiva

Um beijo para todos!

Cellinda
 
 
 
Advertisements